Inovação para pequenas empresas

Hoje a palavra inovação faz parte do dia-a-dia das publicações de vanguarda, das “profecias geniais dos gurus”, das publicações e dos artigos que inundam os jornais, das revistas e das publicações especializadas em estratégias, em economia, e em tecnologia de um modo geral. E por isso o conceito de inovação para pequenas empresas é muito importante.

Mas, por razões diversas, na maioria das vezes em que os empreendedores e os gestores das empresas de pequeno porte ouvem esta palavra se assustam, não muito pelo significado, que em muitos casos é desconhecido, mas porque associam a mesma a investimento muito alto.

O que é inovação para pequenas empresas?

Em tese podemos dizer que algo é novo, quando se faz o que era feito de uma maneira diferente ou mais atual, ou seja, suponhamos que um pequeno comerciante tivesse um bar, e que no interior deste houvesse um telefone público, e que este estabelecimento faturava quando ofertava e vendia fichas para uso do telefone.

O novo surgiu quando foi implantado o sistema de cartões com tarja magnética, pois além de ocupar um espaço menor dentro dos bolsos e bolsas das pessoas, esta tecnologia permitiu o barateamento do custo para oferta do crédito, e desta maneira facilitou as coisas para quem vendia e quem adquiria, ainda que não trouxesse um “dinheiro novo” para dentro do estabelecimento, pois com fichas ou com cartões de tarja magnética, o que já se vendia era o direito ao uso do telefone por um determinado tempo.

Olhando agora para as pizzarias, quando começaram a incrementar os sistemas de entrega em domicílio, o que foi ofertado como promoção, ou seja, na compra de uma pizza de certo tamanho, grátis uma garrafa de guaraná Pet 2 litros, pode ser uma ação inovadora. Isso é uma inovação para pequenas empresas.

Essa ação trouxe e fixou um espécie de “dinheiro novo” para este tipo de negócio, ou melhor, uma verdadeira inovação, pois podemos afirmar que no valor adicional que era agora auferido, só era possível porque a maioria das pessoas passaram a esperar que ao comprarem uma pizza recebessem um refrigerante de 2 litros, enquanto antes ao comprar este mesmo produto esperava-se apenas o produto propriamente dito.

Então a inovação para pequenas empresas não está só em se fazer algo de diferente, mais do ponto de vista empresarial, está principalmente em se trazer um chamado “dinheiro novo”, ou ainda uma ação que até então não era feita ou mesmo que resultasse em um nova e boa receita para o empreendimento.

Portanto inovação para pequenas empresas não significa necessariamente investir altas somas em dinheiro, ou buscar-se uma tecnologia de ponta, mas na Pequena Empresa pode e deve ser algo simples, pode ser também um passo atrás, mas que resulte em uma maneira de se fazer diferente e que traga o chamado “dinheiro novo”, ou seja, um ganho ou forma de ganhar que até então não era explorada.

Deixe seu comentário